quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Basquete 3 em Jales




No ano de 2008 uma turma aproximadamente de sete amigos resolveu montar um grupo de basquete na cidade de Jales. No inicio os primeiros encontros foram aos fins de semanas na E.E. Dr. Euphly Jalles, depois foram para E.E. Professor Carlos de Arnaldo Silva, pois eram escolas que se mantinham abertas pelo programa escola da família.

A ideia começou simplesmente pela vontade de praticar o esporte e garantir uma atividade física. Com o tempo os meninos se associaram ao Jales Clube, onde tinha mais amigos associados que se interessaram pela prática. 

 “No começo era mais complicado porque era praticado em um clube particular, mas com o tempo o basquete começou a agregar novos membros e com isso criou-se um vínculo melhor para a prática, já que o próprio clube nos garantiu o espaço e até iluminação quando necessário”, diz Hilton Marques, um dos atletas do basquete 3.  

Reforçando os treinos o grupo futuramente pretende participar de competições como o “Basquete 3” promovido pela TV tem. A ideia é agregar mais jogadores, mais interessados pelo esporte, o ponto de encontro do grupo é no Jales Clube, todo sábado as 16h 30.

 Foto
 Em pé: Bê Lopes, Dione, Clayton, Victor Hugo, Vagner, Quick, Negão e Dagô.

Agachados: Hilton Marques, Wallace, Buba, Ricardo, Dú e Odimar.


Fonte: Revista Pantaton

Lista dos times mais odiados do mundo tem um só brasileiro: o Corinthians



O mundo do futebol sempre foi cheio de listas: os melhores do mundo; os times mais ricos; e daí por diante.

Agora surgiu mais uma, dessa vez bem curiosa: os dez times de futebol mais odiados do mundo.

O ranking foi elaborado por uma página sul-americana dedicada aos torcedores de clubes que disputam a Libertadores da América.

Segundo o site "Pasión Libertadores", só um time brasileiro figura na lista: o Corinthinas, na sétima posição.

Em primeiro lugar está o Colo Colo do Chile, seguido do Boca Juniors da Argentina e do Universidad de Chile.

No ranking ainda aparecem o todo poderoso espanhol Real Madrid, em quarto; o chileno Universidade Católica em quinto e o inglês Manchester United em sexto.

Fecham o top 10 River Plate da Argentina; América do México e o Milan da Itália.

OAB escolhe hoje novo presidente para o próximo triênio



Brasília – O Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) escolhe hoje (31) o novo presidente para o próximo triênio. A eleição ocorrerá a partir das 19h, na sede da entidade em Brasília. Duas chapas concorrem aos principais cargos e serão votadas por 81 conselheiros, representando as 27 unidades da Federação.

A chapa OAB Independente, Advogado Valorizado é liderada pelo atual secretário-geral da entidade, o piauiense Marcus Vinícius Furtado Coêlho. O advogado paranaense Alberto de Paula Machado é o candidato à presidência pela chapa OAB Ética e Democrática. Machado é o atual vice-presidente.

Os votos são secretos e será eleita a chapa que conseguir maioria simples do colegiado. O cargo de máxima representatividade dos cerca de 800 mil advogados brasileiros é ocupado pelo paraense Ophir Cavalcante desde 2010. O orçamento anual da OAB é cerca de R$ 30 milhões


Por Agência Brasil

Candidatos da primeira chamada do ProUni têm até hoje para fazer matrícula



Brasília – Termina hoje (31) o prazo de matrícula dos candidatos pré-selecionados na primeira convocação do Programa Universidade para Todos (ProUni). Eles têm até esta quinta-feira para apresentar a documentação que comprove as informações fornecidas na inscrição e fazer a matrícula nas instituições para as quais foram selecionados.

De acordo com o Ministério da Educação (MEC), para esta primeira convocação, divulgada no dia 24 deste mês, foram pré-selecionados 159.177 candidatos, dos quais 107.575 para bolsas integrais e 51.602 para parciais.

No dia 8 de fevereiro, será feita a segunda chamada. O candidato deve providenciar a apresentação de documentos e a matrícula até o dia 19 do mesmo mês. Quem não for selecionado nas duas chamadas pode aderir à lista de espera na página do ProUni nos dias 24 de 25 de fevereiro.
No site do programa estão detalhados os procedimentos necessários para obter a bolsa de estudos. Além de documentos pessoais, o candidato deve apresentar comprovantes de residência, de rendimentos, de conclusão do ensino médio, entre outros.

O ProUni concede bolsas de estudo integrais e parciais em instituições privadas de educação superior para cursos de graduação e sequenciais de formação específica. Para o primeiro semestre deste ano, foram oferecidas 162.329 bolsas. O balanço final do programa registrou 1.032.873 inscritos.

As bolsas aumentaram em relação ao número oferecido no segundo semestre de 2012, quando foram ofertadas 90.311 bolsas - 72.018 a menos que este ano. Em relação ao primeiro semestre de 2012, houve redução - foram oferecidas no período 195.030 bolsas, 32.701 a mais que neste ano.
Tem direito à bolsa integral o candidato com renda familiar por pessoa até um salário mínimo e meio (R$ 1.017). Para as bolsas parciais (50% da mensalidade), a renda familiar deve ser até três salários mínimos (R$ 2.034) por pessoa.


Por Agência Brasil
 

Haddad inicia diálogo com empresários de casas noturnas e eventos



O prefeito Fernando Haddad reuniu-se nesta terça-feira (30) com representantes dos empresários dos setores de casas noturnas e eventos para discutir os procedimentos de segurança atualmente adotados nos estabelecimentos da capital paulista. O encontro marcou a criação de um grupo de trabalho que irá avaliar conjuntamente possíveis aprimoramentos nas regras vigentes na cidade.

“Vamos somar forças para mostrar para São Paulo que estamos reunidos em torno da mesma ideia: ter uma cidade rica em vida noturna, mas muito segura”, afirmou Haddad. “Queremos trabalhar de forma compartilhada, identificando vulnerabilidades, construindo marcos regulatório e de procedimentos, assumindo as nossas responsabilidades”, disse.

O prefeito informou ainda que está em diálogo com o governo estadual para que os policiais envolvidos na Operação Delegada atuem na fiscalização de casas noturnas. “Fizemos chegar ontem ao governador que há esta possibilidade de parceria para garantir mais segurança para a população, com o efetivo da Operação Delegada trabalhando na fiscalização das casas que não respeitassem a lotação máxima, que não estivessem de acordo com a legislação”, afirmou Haddad.

Os empresários reuniram-se com o prefeito e os secretários Chico Macena (Coordenação das Subprefeituras), Antonio Donato (Governo) e Paula Motta Lara (Licenciamentos), além de Gabriel Medina, coordenador de Juventude da Prefeitura.

Durante o encontro, o prefeito avaliou positivamente a legislação existente, mas apontou a necessidade de melhoria nos procedimentos internos da Prefeitura e na transparência dos processos. “O trabalho da Secretaria de Licenciamentos é justamente superar esta dificuldade na agilidade dos procedimentos, sem perder a qualidade técnica e o rigor que a matéria exige”, afirmou Paula Motta Lara. A agilização será possível por meio da revisão do fluxo de procedimentos e da informatização do sistema, o que também proporcionará mais transparência aos licenciamentos. A secretaria tem como meta de longo prazo efetuar o processo de licenciamento em até 90 dias.

O grupo de trabalho criado hoje também tem como objetivo a conscientização dos empresários sobre a importância de adotar e respeitar as regras de segurança. “Mesmo tendo alvará de funcionamento, quantidade correta de portas, extintores e sinalização, no momento do evento o produtor precisar estar consciente de sua responsabilidade para não haver falhas nos procedimentos obrigatórios”, explicou Paula Motta Lara.

Controle social

Pela manhã, o prefeito afirmou que a Prefeitura trabalha para criar dispositivos de controle social dos alvarás dos locais de reunião, disponibilizando na internet informações sobre a validade da licença e a capacidade da casa, além de dar mais visibilidade à lotação em área visível no próprio estabelecimento. Haddad afirmou que não haverá tolerância com descumprimento de normas e medidas de segurança.

"Na segunda-feira (28) nós fizemos uma reavaliação de toda a legislação da cidade sobre a questão dos alvarás. Os técnicos verificaram que nós estamos muito atualizados em relação a isso. Ontem nós começamos a avaliar os procedimentos, tanto dos agentes vistores, quanto dos prazos que a Prefeitura atende àqueles que pleiteiam um evento de reunião, um local de reunião, como chamamos. E estamos estudando procedimentos para dar mais transparência a esses procedimentos. A maior dificuldade que nós encontramos é em relação a capacidade máxima dos locais de reunião, porque nem sempre há o acompanhamento fino disso e a transparência necessária para que haja rigor em caso de descumprimento", disse o prefeito.

Uma das formas estudadas é criar dispositivos de controle social dos alvarás dos locais de reunião, disponibilizando na internet informações sobre a validade da licença e a capacidade da casa, além de dar mais visibilidade à lotação em área visível no próprio estabelecimento. "O próprio cidadão pode ser um agente que auxilia a Prefeitura, desde que ele tenha conhecimento de como fazê-lo. Estamos estudando como aprimorar os procedimentos para dar maior transparência para garantir mais controle social e maior fiscalização", comentou o prefeito.

A Prefeitura também abriu um canal de diálogo com os donos de casas noturnas. "Nós fizemos um chamamento às grandes casas noturnas para repactuar e verificarmos também o que nós podemos aprimorar nos procedimentos internos. Porque se nós vamos exigir mais dos empresários, dos donos das casas noturnas, nós queremos estar também aparelhados para apoiar, porque nós queremos que os lugares funcionem, queremos que as pessoas se divirtam, mas que isso seja feito em um ambiente de completa segurança. É nessa parceria do público com o privado que nós vamos gerar um ambiente que a juventude, as pessoas, os cidadãos possam se sentir seguros, com mais transparência social", finalizou Haddad.

Por Secom Prefeitura de São Paulo

Saúde da Família é ampliado em 16 estados



O Ministério da Saúde está habilitando mais 340 Equipes de Saúde da Família (ESF) e 2.802 agentes comunitários de saúde de 16 estados. Portaria publicada no Diário Oficial da União (DOU) credencia estados e municípios a receber os recursos.

Os valores repassados aos municípios fazem parte do Piso da Atenção Básica Variável (PABV), que prevê incentivo que varia de R$ 85,5 mil a R$ 128,3 mil por ESF, e R$ 10 mil por cada agente comunitário, ao ano.

O trabalho das equipes está inserido na nova Política Nacional de Atenção Básica - Saúde Mais Perto de Você -, lançada em 2011. As equipes são multidisciplinares, formadas por médicos, enfermeiros, técnicos ou auxiliares de enfermagem e até 12 agentes comunitários de saúde, que atuam junto às comunidades, desenvolvendo ações de promoção da saúde, prevenção de agravos, diagnóstico e tratamento, recuperação e reabilitação de doenças.

O programa Saúde na Família atualmente beneficia 192,3 milhões de pessoas em 5.297 municípios brasileiros. Isto equivale a uma cobertura de 96,7% da população. Os investimentos financeiros nas ESF cresceram de R$ 1,6 bilhão em 2003 para R$ 8,3 bilhões em 2012. A estratégia amplia e aprimora a assistência à saúde dos brasileiros por meio de 257.265 (2012) agentes que atuam nas 33.404 ESF.

Os estados contemplados são: Bahia, Ceará, Espírito Santo, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso, Pará, Pernambuco, Piauí, Paraná, Rio de Janeiro, Rondônia, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Sergipe e São Paulo.


Por PT no Senado, com informações do Palácio do Planalto

Desemprego fecha 2012 em 5,5%, a menor taxa da série histórica



A taxa de desemprego do país ficou em 4,6% em dezembro e fechou o ano de 2012 em 5,5%, segundo a Pesquisa Mensal de Emprego (PME), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Os dados foram divulgados hoje (30) e mostram que o índice anual é o mais baixo da série história iniciada em março de 2002. Antes disso, a taxa de 2011 havia sido a menor da série, ao ficar em 6%.

O resultado de dezembro do ano passado também é o menor da série histórica. O recorde anterior havia sido registrado em dezembro de 2011 (4,7%). Em novembro de 2012, o índice ficou em 4,9%.

O IBGE iniciou a série histórica da pesquisa em março de 2002, por isso não há dado consolidado para aquele ano.

Por Flávia Villela - Agência Brasil

O cenário otimista para 2013



Nos últimos anos, sob comando do economista Otávio de Barros, o Bradesco constituiu a maior equipe de economia entre as empresas privadas brasileiras. Meticuloso com indicadores, Otávio montou um painel minucioso dos principais indicadores nacionais e internacionais, e – o diferencial – passou a trabalhar a enorme base de clientes do banco.

A partir dessa montanha de informações, o Departamento de Economia chegou ao seguinte consenso:

O pibinho de 2012 se deveu a um conjunto inédito de fatores negativos.

Os principais fatores (que não deverão se repetir) foram:

Seca no Nordeste e do sul, detonando o PIB agrícola.
Crise no DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes), devido aos escândalos, paralisando os investimentos em infraestrutura.
A implantação abrupta de novos padrões de motores, praticamente paralisando a venda de caminhões.
Endividamento do setor sucroalcooleiro, paralisando a produção de álcool.
Queda brutal na produtividade da Bacia de Campos que, de repente, passou a 70% da capacidade anterior.
Queda brusca das exportações para a Argentina.
Os apertos do Banco Central na Selic, em 2011, somados às medidas macro prudenciais, que acabaram afetando 2012.

Tais fatores teriam “roubado” de 0,8% a 1% do PIB.

O segundo ponto é a metodologia adotada pelo IBGE (aparentemente, em revisão). Segundo Otávio, os mesmos dados, se colocados no sistema que roda o PIB da OCDE (o grupo de países mais avançados), haveria no mínimo um ponto a mais no PIB e outro nas taxas de investimento.

Novo “normal”

Em 2013 e, especialmente em 2014, se colherão os frutos do novo padrão de política econômica implantado a partir de agosto de 2011.

O “novo normal”, na economia mundial, seria constituído dos seguintes fatores:

Crescimento moderado do crédito. Moderado porque mais cuidadoso, ao contrário do porre de 2010 e 2011.
Maior intervenção do Estado.
Menores taxas de retorno sobre o capital.
Crescimento baseado na produtividade e no investimento, e não mais no consumo.

No caso brasileiro, a posição do governo Dilma, segundo Otávio, é a do território conquistado em batalha, portanto irreversível. O “território” em questão consiste na taxa Selic civilizada, nos aportes no BNDES (Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social), câmbio mais competitivo, redução dos impostos, do custo de energia e dos encargos trabalhistas.

O Bradesco trabalha com uma previsão de crescimento de 3,5% do PIB. Nas últimas semanas, os rumores de racionamento de energia fizeram o mercado derrubar um pouco a projeção.

Cenário internacional

Contribui para essa previsão a situação internacional. Os Estados Unidos já completaram as quatro etapas de entrada e saída da crise; a Europa estaria no terceiro quartil. O presidente do Banco Central Europeu, Mário Draghi, teria operado uma impressionante reversão na ortodoxia, principalmente, do Bundesbank alemão. E a economia alemã já estaria refletindo essa situação.

Além disso, com a redução do risco sistêmico, a enorme injeção de liquidez na economia internacional poderá, finalmente, refletir-se na economia real.


Por Luis Nassif - Carta Capital

Professores da rede pública poderão ter direito a merenda escolar



O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, disse na terça (29) que recebeu pedido de prefeitos para que os professores de educação básica da rede pública também tenham direto à merenda escolar, a exemplo do que ocorre com os alunos. Ele manifestou apoio ao pedido, que dependeria de aprovação de projeto de lei específico.

“Os prefeitos solicitaram que os professores também fizessem a alimentação com os alunos na merenda escolar. Hoje a lei proíbe. Só é possível se houver uma alteração em lei. O impacto é muito pequeno dado o número de professores da rede pública. Acho razoável que eles estejam trabalhando e possam comer a mesma merenda que os estudantes", disse a jornalistas após participar do Encontro Nacional de Novos Prefeitos e Prefeitas.

No encontro com prefeitos, o ministro apresentou as ações e programas que o Ministério da Educação desenvolve em parceria com as prefeituras e disse que uma das prioridades do governo é a construção de creches. A meta do governo é chegar a 2016 com seis mil novas unidades. Segundo Aloizio Mercadante, 742 creches foram entregues nos dois primeiros anos do governo de presidenta Dilma Rousseff e há 5.678 em construção.

Por Yara Aquino - Agência Brasil

quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Praticamente esgotados, mesas e camarotes da Facip causam polêmica




Na manhã desta quarta-feira (30), o Antena Ligado colocou no ar, duas entrevistas de munícipes que que reclamavam, que há vários anos compram mesas da Facip e, que neste ano, ficaram sabendo que suas mesas haviam sido vendidas sem qualquer divulgação na imprensa ou comunicação aos compradores do ano passado. Nos anos anteriores, as comissões organizadoras entravam em contato com os compradores de mesas e camarotes e davam a preferência da compra, abrindo-se um prazo para o antigo comprador confirmar a nova compra, sendo que só eram reservados os lugares mediante a pagamento.

O presidente da Facip 2013, o vice-prefeito Pedro Callado, em resposta ao acontecido, disse que procurou os organizadores das últimas edições da festa, mas eles não forneceram as listas de vendas de camarotes e mesas do ano passado. O presidente da Facip disse ainda que quase todas as mesas e camarotes (90%) foram vendidas no dia de ontem, 29 de janeiro.

Um dos radialistas da Antena 102, demonstrou-se indignado com o acontecido pois segundo ele, a venda de mesas e camarotes não foi divulgada à população em nenhum meio de comunicação da cidade, apenas pelo facebook, que nem todos tem acesso. Para ele, faltou divulgação por parte da Prefeitura de Jales. 



Fonte: MaisInterativa

Nova comissão técnica da Seleção Brasileira de futsal é apresentada



Nesta terça-feira, a nova comissão técnica da Seleção Brasileira de futsal foi apresentada de forma oficial, na cidade de Fortaleza. O técnico Ney Pereira, o auxiliar Manoel Tobias, o preparador físico Harrison Muzzy, o supervisor Rudy Vieira e o diretor de Seleções Edson Nogueira serão os profissionais que vão comandar o Brasil na modalidade.

O presidente da Confederação Brasileira de Futsal (CBFS), Aécio de Borba Vasconcelos, explicou como foi o processo de seleção dos novos contratados depois de a antiga comissão técnica ter sido desfeita.
“Tínhamos uma lista de nomes e resolvemos estudá-los. Com o nosso diretor de Seleções, Edson Nogueira, observamos algumas características, como a hombridade, a decência e a integridade. Aprovados, passamos para a segunda observação: a competência; fechando com a experiência. Todos eles estão aprovados nessas questões”, frisou o dirigente.

Edson Nogueira foi o responsável por fazer a apresentação dos novos contratados e fez elogios aos profissionais, destacando que todos têm a aprovação da diretoria da CBFS. “O Ney Pereira já passou por grandes equipes e sempre foi campeão, vencedor. O Rudy Vieira nem precisa dizer. Passou 18 anos como supervisor da Seleção Brasileira, ganhou inúmeros títulos e, atualmente, dirige a grande equipe do Carlos Barbosa há 12 anos”, disse. “O jovem preparador físico, Harrison, já andou na China, no Japão, Portugal, Espanha, e agora está aqui conosco, dando sua parcela de colaboração. Apresentar Manoel Tobias? O mundo conhece ele, sua história como atleta, cidadão, como amigo. E é com muito orgulho que estamos trazendo com o aval do Aécio e de toda a diretoria estes profissionais. Vamos trabalhar por muitos e muitos anos, com certeza”, garantiu.

Segundo Ney Pereira, a mudança no comando técnico deve trazer mudanças no modo de jogar da Seleção Brasileira de futsal. Porém, o novo comandante espera manter o espírito vencedor do Brasil. “Quando fui chamado com o Manoel para trabalhar comigo, sem que tivéssemos começado nada, já tinha em mente a mesma ideia. Uma equipe vencedora esta já é, mas com o perfil e um movimento diferente. Acredito que a gente possa fazer desta nova seleção que começamos no comando, uma equipe mais dinâmica. Também alterar um pouco a maneira de jogar da Seleção”, ressaltou.

Para o supervisor Rudy Vieira, o novo trabalho deve ter como um dos principais objetivos descobrir novos talentos do futsal, mas ele próprio admite que todo cuidado é pouco para realizar esta meta e lembra que mesclar juventude com experiência é essencial.

“O principal desafio da Seleção Brasileira hoje é com a necessidade de renovação. Porém, ela deve ocorrer com equilíbrio; temos que, aos poucos, criar um novo perfil. Devemos buscar essas novas peças, contar com o apoio dos atletas mais experientes e formar este novo grupo”, afirmou.

O vice-presidente de Competições da CBFS, Renan Tavares, reiterou que Ney Pereira e Manoel Tobias terão o apoio da entidade. “O futsal brasileiro vem se mantendo no topo faz muitos anos e nós sabemos da responsabilidade dessa nova comissão técnica, mas também sabemos da capacidade e competência dos novos escolhidos. Nós estamos em um momento de renovação do futsal e ninguém melhor do que Ney Pereira e Manoel Tobias para encabeçarem esse processo. Tenho certeza que a Seleção Brasileira de Futsal vai continuar no topo”, assegurou.

O primeiro compromisso da nova comissão técnica à frente da Seleção Brasileira será no dia 22 de março, quando o Brasil vai participar do Circuito Sul-americano, em Uberlândia (MG). O quadrangular também vai contar com a presença de Colômbia, Venezuela e Paraguai. A decisão do título do torneio será no dia 24 de março. 


Fonte: GazetaEsportiva.net

Governo vai liberar R$ 1,6 bilhão para unidades básicas de Saúde



Brasília – O governo federal usará R$ 1,6 bilhão para construção, reforma e ampliação de unidades básicas de Saúde. O anúncio foi feito hoje (29) pelo ministro da Saúde, Alexandre Padilha, durante o Encontro Nacional de Novos Prefeitos e Prefeitas. “Queremos levar saúde com qualidade para os bairros onde as pessoas vivem”, disse.

A meta é construir 1.253 unidades, ampliar 5.629 e reformar 4.348 em 2013. Há reserva de R$ 1,2 bilhão para a compra de equipamentos. Em 2012, 5.458 unidades foram ampliadas em 2.256 municípios, chegando a R$ 548 milhões em investimentos. Hoje existem mais de 38 mil unidades básicas de Saúde em todo o país.

O ministério anunciou também que, a partir do mês que vem, os municípios poderão aderir ao Programa de Modernização do Atendimento. A inscrição, feita pela internet, possibilita o aumento do valor de custeio das unidades básicas de Saúde, de acordo com o desempenho da equipes. “Teremos mais recursos para quem tem bom desempenho”, explicou Padilha.

Outra ação proposta pelo ministério prevê que cada Unidade Básica de Saúde, com pelo menos uma equipe participante do programa de modernização, tenha acesso à internet até 2014. Os investimentos na área devem totalizar R$ 45 milhões. A ideia é possibilitar que cada município possa aprimorar o acompanhamento nas emergências e nos ambulatórios, prestando melhor atendimento ao paciente e controlando os gastos.


Por Agência Brasil

Especialistas espanhóis em atuação antiterrorista capacitam policiais do Rio para grandes eventos



Rio de Janeiro - Trinta policiais civis e militares estão sendo treinados por especialistas espanhóis em prevenção antiterrorismo, perícia criminal e investigação de homicídios, dentro do programa de cursos que pretende preparar agentes brasileiros destacados para a segurança da Copa das Confederações, da Copa do Mundo, das Olimpíadas e da Jornada Mundial da Juventude.

As aulas começaram hoje(28) com palestras do chefe do Grupo de Segurança Cidadã da Unidade de Turismo Seguro da Espanha, Fernando Diez Aresse, e da comissária da cidade espanhola de Marbella, Lidia Avivar Castro. O curso termina na próxima sexta-feira (1º).

Segundo a superintendente de Educação da Secretaria de Segurança, Melissa Pongeluppi, "a troca de experiências com países que já sediaram grandes eventos é muito importante. Temos que ter essa integração com experiências que já foram bem sucedidas. Todo esse trabalho está sendo voltado para turistas e para a segurança geral do público nos eventos. Temos uma grande responsabilidade", observou Melissa.

Até março, a parceria com as autoridades espanholas prevê os cursos de controle de massa, que comecará no dia 11 de março, e de ameaças externas, que inicia no dia 1º de abril. Profissionais norte-americanos também darão aulas preparatórias de segurança. Convênio no valor de R$ 1,9 milhão com o Ministério da Justiça pretende capacitar 4,5 mil agentes de segurança que vão trabalhar nos grandes eventos até 2016.


Fonte: Agência Brasil

Argentina e Uruguai doam pele para feridos no incêndio em Santa Maria



Brasília - Argentina e o Uruguai fizeram doações de pele e de membrana amniótica (tecido) ao Brasil. O material vai ser usado na recuperação de vítimas do incêndio na Boate Kiss, em Santa Maria (RS), que sofreram queimaduras e já foi encaminhado para os hospitais onde estão os feridos.

Ao todo, os dois países enviaram segunda-feira (28) 12.400 centímetros cúbicos de pele humana e 27.328 centímetros cúbicos de membrana amniótica. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) disse não ser possível quantificar o número de pessoas que podem ser beneficiadas com a doação, pois depende da extensão das queimaduras de cada ferido.

Segundo a agência reguladora, os estoques de pele da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre, um dos três bancos de pele do Brasil, não foram suficientes para suprir a demanda. Além das doações internacionais, os gaúchos receberam doações de outros bancos brasileiros - do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de São Paulo e do Instituto de Medicina Integral de Pernambuco Professor Fernando Filgueiras.


Fonte: Agência Brasil

Pesquisador alerta para ameaça de extinção de um dos menores golfinhos do mundo



Rio de Janeiro - Cetáceo encontrado na América do Sul, a toninha está em risco de extinção, além de bastante ameaçada pela pesca de emalhe – modalidade feita com as chamadas redes de pesca passivas, nas quais os animais ficam presos em suas malhas devido ao seu próprio movimento. O alerta é do pesquisador do Laboratório de Mamíferos Marinhos da Universidade Federal do Rio Grande (UFRG), Emanuel Carvalho Ferreira.

“A pescaria de emalhe é o que mais afeta e põe em risco esse animal. A toninha é uma espécie costeira que habita águas rasas e, muitas vezes, as áreas de pesca sobrepõem com as de ocorrência da toninha”. O cetáceo é uma das menores espécies de golfinho do mundo e pode ser encontrado em águas de até cerca de 35 metros de profundidade, da costa do Espírito Santo à Argentina. O animal tem coloração parda-marrom, bico comprido e mede entre 1,30 e 1,70 metro.

A pesca de emalhe acaba levando à captura acidental e à morte de quase mil toninhas por ano, somente no Rio Grande do Sul, disse o pesquisador. Ele é autor da pesquisa A Mortalidade de Toninhas nas Pescarias de Emalhe na Costa Sul do Rio Grande do Sul. O estudo constatou que, se fosse proibida a pesca em águas consideradas rasas, a área de proteção ambiental poderia diminuir em até 75% a captura desses animais. Ferreira explicou que a pescaria de emalhe vai de 5 a 150 metros de profundidade. “É uma pescaria direcionada para peixes de fundo”.

A pesca de emalhe é denominada passiva porque a rede é deixada na água por algumas horas antes de ser recolhida. “Hoje em dia o problema é com o tamanho das redes”, disse o pesquisador. Até pouco tempo encontravam-se redes com até 35 quilômetros de extensão. “Uma rede com 35 quilômetros de extensão deixada no mar por seis a oito horas, vira uma barreira não só para a toninha, mas para qualquer espécie de vida marinha que pode ser capturada pela pesca”.

Ferreira quer sensibilizar as autoridades governamentais para que delimitem a pesca de emalhe somente para águas profundas e que as redes atinjam o tamanho de 7,5 quilômetros de extensão, fixado como preferencial para essa prática no Plano Nacional para a Conservação da Toninha, elaborado pelo Ministério do Meio Ambiente e pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

No ano passado saiu a regulamentação desse tipo de pesca. A norma estabelece o escalonamento do tamanho das redes. Enquanto na costa do Rio Grande do Sul, as embarcações grandes não podem levar redes com mais de 16 quilômetros, em outros estados, como Espírito Santo, Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná e Santa Catarina, são permitidas redes com até 18 quilômetros de extensão.

“É preciso diminuir mais”, disse Ferreira. Para ele, o escalonamento é um ponto de partida, embora o ideal, preconizado no Plano Nacional para a Conservação da Toninha, sejam redes com até 7,5 quilômetros. O plano determina que o tamanho das redes diminua de forma gradual ao longo dos anos. Ferreira defende que isso ocorra com urgência, uma vez que essa modalidade de pesca não ameaça somente a toninha.

“Atinge espécies de tartarugas, algumas aves e espécies de tubarões ameaçados de extinção, que se reproduzem em regiões rasas”. É o caso do tubarão-cação anjo, cuja captura comercial já está proibida. Se a pesca for proibida nessas regiões, o pesquisador acredita que o ecossistema marinho será preservado.


Fonte: Agência Brasil

Estudo descobre que 4% do território de Santa Catarina são cobertos por florestas que estão se regenerando

A coleta e análise dos dados em Santa Catarina funcionaram como um projeto experimental que será ampliado agora para todo o país (Foto: Ana Elisa Santana/EBC)


Brasília – Um levantamento de campo que durou quatro anos para ser concluído mostrou que, além do que já se conhecia de florestas existentes no estado de Santa Catarina, outros 4% do território catarinense também estão cobertos por florestas que estão se regenerando. A coleta e análise dos dados no estado funcionaram como um projeto experimental que será ampliado agora para todo o país.

A expectativa é que, até 2016, todas as informações detalhadas das florestas brasileiras, como o volume de cobertura do território, a qualidade dos solos, as espécies de árvores, de animais e flora estejam relacionadas em um inventário nacional. Com este tipo de material minucioso será possível repensar políticas públicas que hoje são voltadas para a conservação da biodiversidade e para o uso econômico destas áreas, mas que foram elaboradas com informações pouco precisas.

O Inventário Florístico Florestal de Santa Catarina foi feito entre 2007 e 2011 pelo Serviço Florestal Brasileiro, Fundação de Amparo à Pesquisa  e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc), Universidade Federal de Santa Catarina,  Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri), Universidade Regional de Blumenau (Furb) e governo de Santa Catarina.
No caso de Santa Catarina, dados anteriores, detectados por satélites, apontavam que a cobertura florestal remanescente em Santa Catarina alcançava 29% do território. Mas, quando analisaram pessoalmente as áreas, os pesquisadores descobriram que existe vegetação pioneira e formações florestais em estágio inicial de regeneração em outros 2% a 4% do território catarinense.

“Normalmente o pessoal mapeia vegetação usando imagens de satélite e isto tem dois problemas. Um deles é o tamanho do pixel [distancia de pontos identificados nas imagens], que é relativamente grande, e outro a vegetação quando é fragmentada em áreas pequenas de florestas não entra na conta”, disse Daniel Piotto, gerente executivo de Informações Florestais do Serviço Florestal Brasileiro.

Segundo Piotto, o inventário feito no campo permite a observação destas áreas menores. “As florestas se regeneram rapidamente. Áreas que foram desmatadas antes ou usadas para plantio de soja ou milho e foram abandonadas se regeneram em cinco anos. No mapeamento que tínhamos antes não incluía muitas destas áreas”, acrescentou.

Fonte: Agência Brasil

Indenizações para famílias das vítimas da Boate Kiss podem demorar mais de uma década


Brasília – Os parentes dos mortos e dos feridos no incêndio da Boate Kiss, que deixou ao menos 231 mortos em Santa Maria, no Rio Grande do Sul, podem esperar mais de dez anos para receber indenização dos responsáveis pela tragédia. Segundo o professor de direito civil da Universidade de Brasília, Frederico Viegas, este tipo de processo é complexo e só deve ser concluído quando chegar ao Superior Tribunal de Justiça (STJ), última instância a qual os envolvidos podem recorrer.

“Fatalmente vai terminar no STJ porque as pessoas vão recorrer [das decisões judiciais]. É um caso extremamente complexo que envolve muitos responsáveis”, explicou. O professor acredita que até a solução dos processos, os responsáveis podem tentar fazer acordos com os parentes das vítimas.
Em casos recentes no Brasil, como as grandes tragédias aéreas, as famílias ainda negociam na Justiça a responsabilidade pelas mortes, o valor e a forma de pagamento das indenizações. Para Frederico Viegas, o ideal é que os parentes das vítimas da Boate Kiss se unam em associações como as que foram formadas no caso dos acidentes envolvendo as empresas TAM e Gol.

“Buscar uma ação conjunta é mais efetivo nestes casos. Além disto, os custos são menores, compartilhados, e basicamente é o mesmo perfil, o de perda de vidas de estudantes”, explicou.

O advogado acredita que a responsabilidade sobre o incêndio será atribuída a todos os atores. A Justiça vai definir como cada um responderá pelas perdas provocadas pelo fogo. “Todos terão uma parcela de responsabilização, mas os proprietários da boate e a banda serão os principais [acusados]”, avaliou. Um dos integrantes da banda teria disparado o efeito pirotécnico que provocou o incêndio.

Além do uso do sinalizador pela banda, o professor destacou a falta de saídas de incêndio no local e a única porta de acesso da boate. Acrescentou que a prefeitura deve responder pela negligência na fiscalização destas casas, já que a boate funcionava com alvará vencido.

Segundo ele, existem poucas chances de os proprietários da Kiss terem seguro do estabelecimento. “Estes seguros são caros e o empresário não paga por estes seguros. Vou me espantar se tiverem”, disse.
Frederico Viegas explicou que as indenizações às famílias podem chegar a valores equivalentes a sete salários mínimos por vítima, multiplicado pelos anos que faltariam até que os jovens completassem 65 anos de idade.


Fonte: Agência Brasil

Pela primeira vez Brasil está dividindo o bolo, diz ministra


Brasília - Pela primeira vez na história, o Brasil cresce reduzindo as desigualdades, disse ontem (29) a ministra do Planejamento, Orçamento e Gestão, Miriam Belchior. “Pela primeira vez, a gente divide o bolo ao mesmo tempo em que está crescendo. A América Latina está fazendo esse movimento e tem sido olhada por todos os lugares do mundo”, declarou Miriam Belchior, ao falar sobre a conjuntura econômica do país durante o Encontro Nacional com Novos Prefeitos e Prefeitas, realizado nesta manhã (30) em Brasília.

Para ilustrar que houve redução da desigualdade ao lado do crescimento econômico, a ministra fez uma apresentação destacando a variação do Produto Interno Bruto (PIB, soma das riquezas do país) per capita, que passou de R$ 16,5 mil a R$ 21,3 mil entre 2001 e 2011. Belchior fez um paralelo com a evolução no mesmo período do Índice de Gini, que caiu de 0,553 para 0,500. O Índice de Gini é um instrumento para medir o grau de concentração de renda e quanto mais próximo de 1 maior a concentração. Por isso, quanto mais reduzido o indicador, mais favorável o cenário. Os dados apresentados pela ministra são do Instituto Brasileiro de Geografia Estatística (IBGE).

Miriam Belchior disse que o Brasil vivencia os resultados de uma política econômica que “deixou de ser pensada apenas para combater a crise”. A ministra destacou como medidas estruturais a redução da taxa de juros e as iniciativas para garantir infraestrutura como Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e o Programa de Investimento em Logística (PIL), de concessão e construção de rodovias, ferrovias, portos e aeroportos por meio de parcerias com o setor privado.

A ministra destacou que o país está sustentando um consumo doméstico em ascensão, mas que o crescimento não pode se basear apenas no aumento das compras. “É fundamental que o investimento também cresça. O governo tem dado esse sinal para o setor privado. O setor público vai na frente e é indispensável que o setor privado também se engaje”, defendeu.

De acordo com Miriam Belchior, a taxa de investimento do setor público cresceu 51% com o PAC. Em 2012, os investimentos da União representaram 1% do total feito no país contra 0,2% em 2003 e 0,6% em 2007.

Ela disse ainda que o PAC é importante porque garante a previsibilidade dos investimentos. “[O PAC] faz com que todos os atores envolvidos se planejem com antecedência. Se há expectativa de que vai ter recursos do governo federal, as prefeituras se organizam”. Em sua primeira edição, o PAC destinou R$ 657,4 bilhões em recursos dos quais 94,1% foram executados. Na segunda etapa do PAC 2 há previsão de liberação de R$ 955,1 bilhões até 2014, dos quais 40,4% foram executados até setembro do ano passado.


Fonte: Agência Brasil 
 

Julgamento de mais três acusados de matar juíza Patrícia Acioli entra no segundo dia



Rio de Janeiro – O julgamento de três acusados de matar a juíza Patrícia Acioli continua hoje (30), no 3° Tribunal do Júri de Niterói, no Grande Rio, com o depoimento dos réus Junior Cezar de Medeiros, Jefferson de Araújo Miranda e Jovanis Falcão. É esperado para hoje o debate entre a defesa e a promotoria. Ontem (29), no primeiro dia do júri, foram ouvidas seis testemunhas de acusação, sete de defesa e dois informantes.

A magistrada, que era a titular do Tribunal do Júri de São Gonçalo, foi executada com 21 tiros na porta de sua casa, em Piratininga, Niterói, no dia 11 de agosto de 2011. Patrícia Acioli era conhecida por sua atuação firme contra crimes cometidos por policiais militares.

Os três réus respondem por homicídio triplamente qualificado e formação de quadrilha, cujas penas que variam de dois a 30 anos. Ao todo, 11 policiais militares são acusados de terem participado do crime. O primeiro a ser julgado, o cabo Sergio Costa Junior, foi condenado a 21 anos de prisão em regime fechado, em dezembro do ano passado. Mais sete acusados aguardam decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ) para que o julgamento seja marcado.



Fonte: Agência Brasil

Sobe número de pessoas internadas com sintomas de pneumonia após tragédia




Santa Maria - Subiu para 143 o número de pessoas internadas em Santa Maria e Porto Alegre, vítimas do incêndio na Boate Kiss, na madrugada do último domingo (26). São cerca de 20 pessoas a mais que procuraram os serviços de saúde porque estiveram na casa noturna no momento da tragédia e apresentaram sintomas como cansaço e falta de ar, típicos da pneumonite química que pode ocorrer até cinco dias depois do acidente. Essas pessoas estão internadas em observação e o quadro pode evoluir para a necessidade de respiração por aparelhos.

Os números foram divulgados pelo porta-voz da Força Nacional do Sistema Único de Saúde (SUS), Neio Pereira. Segundo ele, o número de pessoas em estado crítico, com risco de morte, permanece em 75. Eles estão dentro de um grupo de 82 pessoas internadas em unidades de terapia intensiva (UTIs), sendo que desses, 57 estão em Porto Alegre e 25 em Santa Maria. Não há previsão de novas transferências, hoje, de pacientes para a capital.

Segundo Pereira, há também a preocupação com os sintomas pós-trauma, que podem atingir as famílias à medida que o tempo da tragédia vai passando. “O estresse causado pelo trauma muitas vezes demora de 48h a 72h para aparecer. As pessoas começam a entrar em depressão pelo luto, o que é normal. Pessoas que estavam lá dentro e saíram, familiares que começam a apresentar alguns sintomas”, explicou o médico.
Por isso, o Centro de Atenção Psicossocial (Caps) de Santa Maria está atendendo, durante 24 horas, com equipes de psicólogos e psiquiatras, inclusive voluntários. As autoridades de saúde pedem que caso seja observada a necessidade de acompanhamento para pessoas que perderam parentes e amigos na tragédia, elas devem ser levadas ao Caps para atendimento.


Fonte: Agência Brasil

terça-feira, 29 de janeiro de 2013

Acidente provoca vazamento de óleo na Euclides da Cunha



Um choque entre duas carretas provocou o vazamento de óleo diesel na rodovia Euclides da Cunha entre Meridiano e Valentim Gentil. O fato foi registrado no final da tarde desta segunda-feira, dia 28.

Segundo informações da Policia Miliar Rodoviária os dois veículos transitavam no mesmo sentido, capital/interior, quando o motorista da carreta tanque chocou contra a traseira da outra carreta com placas de Serra-ES.

As causas do acidente ainda serão investigadas, mas, marcas de freadas no asfalto mostrou que o motorista do tanque tentou evitar a colisão. Com o impacto o motor estourou, provocando o vazamento sobre a pista.

O Corpo de Bombeiros de Fernandópolis foi acionado e pó de serra foi jogado sobre o óleo para evita que outros veículos escorregassem e provocassem novos acidentes.

Ninguém ficou ferido. 



Fonte: RegiãoNoroeste

Casas noturnas de sócio de boate que pegou fogo são alvo de buscas



Duas casas noturnas de Mauro Hoffmann, um dos sócios da boate que pegou fogo durante uma festa universitária em Santa Maria (RS), foram alvo de buscas pela polícia no começo da noite de segunda-feira (28). Os locais são a cervejaria Floriano e a danceteria Absinto, que funcionam na cidade. No entanto, nada foi encontrado no local que pudesse auxiliar as investigações.

Mauro Hoffmann teve a prisão temporária decretada pela Justiça por 5 dias e foi encaminhado ao Presídio de Santo Antão, a cerca de 7 km do centro de Santa Maria. Além dele, Elissandro Spohr, conhecido como Kiko, foi detido em um hospital de Cruz Alta e está sob custódia da polícia. Ele está internado para tratar uma intoxicação causada pela fumaça do incêndio.

Foram presos ainda dois integrantes da banda Gurizada Fandangueira, que se apresentava na boate na hora do incêndio, entre eles, o vocalista Marcelo Santos.


Um segurança que trabalhou por mais de um ano na boate Kiss afirmou que, durante o período, jamais recebeu treinamento para prevenir incêndios. Ele afirma ainda que questionou os chefes sobre o que chama de deficiências de segurança da boate.

O Comando do Corpo de Bombeiros do Rio Grande do Sul afirma que os equipamentos de segurança da boate estavam em ordem, mas ainda deverá apresentar provas de que de fato a vistoria para a renovação do alvará de segurança havia sido feita.

A polícia também quer saber onde foi parar o computador que armazenava as imagens das câmeras de segurança da boate. O equipamento ainda não foi encontrado.


Fonte: G1.COM

Justiça bloqueia bens de donos de boate de Santa Maria

Um dos donos da boate, Mauro Hoffmann é transferido ao presídio (Foto: Emerson Souza/Agência RBS)


A Justiça aceitou o pedido da Defensoria Pública do Rio Grande do Sul e bloqueou os bens da empresa que gere a boate Kiss, onde 231 pessoas morreram em um incêndio na madrugada deste domingo (27). Os proprietários do estabelecimento também tiveram os seus bens retidos. O pedido, julgado em caráter de urgência, foi deferido na noite de segunda-feira pelo juiz do fórum de Santa Maria, Afif Simões Neto.

Segundo a Defensoria, a ação tem o objetivo de garantir futuras indenizações a familiares da tragéria ocorrida em Santa Maria.

“O propósito é assegurar o direito das pessoas a terem garantida futura indenização, de modo coletivo e igualitário a todos os familiares das vítimas da tragédia”, disse o defensor público-geral do Estado, Nilton Arnecke Maria, segundo a assessoria de imprensa.

Dois sócios da casa noturna foram presos nesta segunda-feira. Elissandro Spohr, conhecido como Kiko, foi detido em um hospital de Cruz Alta e está sob custódia da polícia. Mauro Hoffmann também teve a prisão temporária decretada pela Justiça por 5 dias e foi encaminhado ao Presídio de Santo Antão, a cerca de 7 km do centro de Santa Maria.
Ainda na manhã de domingo, a Defensoria Pública gaúcha estabeleceu uma força-tarefa para atuar nos assuntos referentes ao incêndio. Segundo o órgão, familiares das vítimas podem receber orientações jurídicas e ter encaminhamento de documentos feito por defensores públicos.

Incêndio e prisões
O incêndio começou por volta das 2h30 de domingo, durante a apresentação da banda Gurizada Fandangueira, que utilizou sinalizadores para uma espécie de show pirotécnico.
Segundo relatos de testemunhas, faíscas de um equipamento conhecido como "sputnik" atingiram a espuma do isolamento acústico, no teto da boate, dando início ao fogo, que se espalhou pelo estabelecimento em poucos minutos.

Quatro foram presos nesta segunda após a tragédia: o dono da boate, Elissandro Calegaro Spohr, o sócio, Mauro Hofffmann, e dois integrantes da banda Gurizada Fandangueira, que fazia um show pirotécnico que teria dado início ao incêndio, segundo informações do delegado Sandro Meinerz, responsável pelo caso.
Em depoimento, Spohr afirmou à Polícia Civil que sabia que o alvará de funcionamento estava vencido, mas que já havia pedido a renovação.

O advogado Mario Cipriani, que representa Mauro Hoffmann, afirmou que o cliente "não participava da administração da Kiss".

Na manhã desta segunda, outros dois integrantes da banda falaram sobre a tragédia. "Da minha parte, eu parei de tocar", disse o guitarrista Rodrigo Lemos Martins, de 32 anos.
Por meio dos seus advogados, a boate Kiss se pronunciou sobre a tragédia, classificando como "uma "fatalidade".

A presidente Dilma Rousseff visitou Santa Maria no domingo e decretou luto oficial de três dias.

O comandante do Corpo de Bombeiros da região central do Rio Grande do Sul, tenente-coronel Moisés da Silva Fuch, disse que o alvará de funcionamento da boate estava vencido desde agosto do ano passado.


Fonte: G1.COM

Após incêndio em boate, 118 pacientes seguem internados no Rio Grande do Sul



Santa Maria (RS) - Cerca de 55 horas após o incêndio na Boate Kiss que deixou 231 mortos, 118 pacientes continuam internados em Santa Maria ou na capital do estado, Porto Alegre. Desses, 20 estão com queimaduras graves e compõem um grupo de 75 pessoas que estão em estado crítico, com risco de morte.

O número de internados com problemas menos graves, no entanto, diminuiu e seis pessoas receberam alta de ontem para hoje (29). O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, e a Secretaria de Saúde do município de Santa Maria dão atenção especial aos pacientes que ainda correm o risco de morrer, mas comemoram que nenhum novo caso de morte tenha sido registrado entre os feridos após o incêndio.

“Nós temos 75 pacientes que estão em estado crítico, precisam de atenção e podem vir a óbito. Mas, em uma tragédia como essa, conseguir 54 horas sem mortes é muito bom, muito importante”, disse o ministro esta manhã.

As autoridades de saúde mantêm a prática de transferir os pacientes de Santa Maria para Porto Alegre, de modo a garantir reserva de vagas para novos casos de pneumonite química que possam surgir. Segundo o ministro, até seis dias após inalar a fumaça tóxica do incêndio as pessoas podem apresentar sintomas como falta de ar, cansaço e tosse que tendem a evoluir de forma rápida para insuficiência respiratória.

Um comitê de gerenciamento de crise foi montado no Hospital Caridade, em Santa Maria, para monitorar os pacientes que correm risco de morte e os novos casos de pneumonite que surgirem. Além disso, o comitê, que é formado por médicos e autoridades de saúde, também está atuando para oferecer atenção às famílias das pessoas que morreram no incêndio.

De acordo com Padilha, já foi feito um mapeamento para localizar as famílias que perderam parentes para que recebam atenção psicológica. A Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), onde estudava a maior parte dos jovens que morreram no incêndio, já forneceu os endereços dos estudantes de outros municípios e as prefeituras dessas cidades já foram acionadas para oferecerem suporte às famílias.

“O Caps [Centro de Apoio Psicossocial] de Santa Maria está funcionando 24 horas com pronto-atendimento para familiares e amigos que estejam sentindo algum tipo de distúrbio emocional. Nós também temos o apoio grande de um grupo da PUC [Pontifícia Universidade Católica] do Rio Grande do Sul que atuou na tragédia das Torres Gêmeas e é especializado em cuidar do suporte psicológico de pacientes de traumas como esse”, disse o ministro.

Padilha segue para Porto Alegre hoje para acompanhar a situação dos pacientes internados na capital, mas retorna à tarde para Santa Maria. Ainda não há previsão para que o ministro deixe o Rio Grande do Sul.


Fonte: Agencia Brasil

ProUni promove salto econômico e social, mostra pesquisa



Ao todo, 73,4% dos universitários que concluíram o ensino superior em 2011 com bolsas integrais ou parciais pelo Programa Universidade para Todos (Prouni), do Ministério da Educação, aumentaram sua renda individual depois de formados. Os dados são de uma pesquisa realizada pela doutora em educação pela PUC-SP, Fabiana Costa, que concedeu uma entrevista ao Seu Jornal, da TVT.

Dentre os jovens pesquisados, 72% já trabalham na área em que se formaram e 64% estavam contratados com carteira assinada e benefícios trabalhistas. “Houve uma elevação da renda individual, que se reflete na renda da família e na mobilidade social dela”, afirma Fabiana. “Existe a possibilidade de vincular conhecimento teórico com a opção de profissão. Isso amplia o leque de possibilidades e perspectivas dos jovens”.

Os pais de quase todos os jovens ouvidos pela pesquisa (90%) não possuíam diploma universitário, de acordo com o levantamento. “Eles são os primeiros universitários da família. Isso traz uma elevação do conhecimento e uma série de perspectivas e, sem sombra de dúvidas, se reflete na sua inserção no mercado de trabalho”, avalia a especialista.

É o caso da psicóloga Estela Franzin, de 30 anos, que se formou em 2011 com bolsa do Prouni. “Minha mãe era doméstica. Então, eu nunca tive oportunidade de estudar uma língua diferente e fazer uma escola com mais conteúdo”, conta.

Para Fabiana, histórias como a de Estela trazem uma perspectiva de mobilidade social. “Se não fosse um programa como esse teríamos menos um milhão de jovens graduados hoje. Independente das críticas, ele tem uma relevância social importantíssima”.

O ProUni foi criado em 2004, no governo do então presidente Lula, para oferecer bolsas de estudo integrais ou parciais em universidades particulares a estudantes egressos de escola pública, com renda familiar de até três salários mínimos e que alcançassem pelo menos 450 pontos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Em 2013, mais de um milhão de estudantes se inscreveram para concorrer a uma das 162 mil bolsas de estudo oferecidas pelo Prouni.


Por Por Rede Brasil Atual

Jovem representará Brasil em conferência internacional sobre o meio ambiente



O jovem Iranildo de Sousa Ferreira, representante da Juventude Ambientalista Brasileira nas Nações Unidas, foi selecionado para participar da Conferência Internacional Tunza 2013. O brasileiro foi selecionado entre inscritos do mundo todo e terá a chance de 7 bilhões de pessoas.

A Conferência Internacional Tunza sobre o Meio Ambiente 2013 será realizada na sede do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma), em Nairóbi, no Quênia, de 10 a 14 de fevereiro. No total serão 300 participantes de 100 países que elaborarão propostas para temas urgentes e globais, como saúde e meio ambiente, juventude e empreendedorismo, consumo sustentável/estado ambiental da água e os documentos adotados da Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável – Rio+20.

“Na conferência, a juventude mundial terá a oportunidade de ser ouvida e mostrar que esta não é uma época para pessimismo nem para fazer vista grossa diante dos problemas ambientais. É a hora para uma ação construtiva e determinada, porque o sinal de alerta já foi dado.”, diz Iranildo.

O participante brasileiro se destacou por conta de sua atuação a nível local e global na identificação de vulnerabilidades, mitigação e adaptação dos problemas ambientais. O jovem já havia sido selecionado pelo British Council para exercer a função de Embaixador do Clima, e pela TV alemã Deutsche Welle para representar o Brasil na série premiada “Global Ideas”. Em 2011, foi escolhido como representante da Juventude Ambientalista Brasileira na ONU e em 2012 foi nomeado Jovem Parlamentar Mundial para Água.

Conferência

A Estratégia de Juventude Tunza, adotada em 2003 pelo Conselho de Governamental do Pnuma, é uma estratégia a longo prazo para envolver crianças e jovens no trabalho ambiental e no trabalho do Pnuma. A palavra “Tunza” significa “tratar com cuidado e afeto” em swahili (idioma da África Oriental). A iniciativa Tunza visa desenvolver atividades nas áreas da sensibilização ambiental e partilha de informação sobre o meio ambiente para as crianças e os jovens.



Por Agência Jovem

Em encontro com prefeitos, Dilma anuncia mais de R$ 66 bilhões para municípios


Durante a abertura do Encontro Nacional com Novos Prefeitos e Prefeitas, em Brasília, nesta segunda-feira (28), a presidenta Dilma Rousseff destacou a importância da ação conjunta entre governo federal e municípios para que o “Brasil seja um país muito mais justo e desenvolvido”. A presidenta anunciou R$ 66,8 bilhões de recursos novos para investimentos em diferentes áreas, como saneamento, pavimentação e mobilidade.

“Vocês terão, logo no início do mandato, ainda neste ano de 2013, em torno de 66,8 bilhões de recursos novos para investimentos em diferentes áreas. São R$ 35,5 bilhões para obras de saneamento, pavimentação e mobilidade urbana, selecionadas no final de 2012. (…) São recursos novos. Além disso, hoje abrimos nova seleção para investimentos, que somaram mais R$ 31,3 bilhões. Também aqui não há tempo a perder, e será necessário elaborar os projetos o mais rápido possível”, detalhou Dilma.

Para a presidenta, o momento atual é de consolidação de um novo patamar das relações federativas e que é necessário desenvolver ainda mais o diálogo entre governo federal e municípios. Dilma ainda destacou as oportunidades para municípios com até 50 mil habitantes, que poderão concorrer a, no mínimo, mais 135 mil moradias do programa Minha Casa, Minha Vida. Os prefeitos terão acesso a construção de quadras poliesportivas, com a queda das exigências para qualificação, de 500 alunos para 100, e também poderão se habilitar para a construção de creches oferecidas em 2011 e que ainda não foram contratadas.


“Além de financiar a construção das creches e pré-escolas fizemos vária mudanças na legislação para apoiá-los também no custeio. Agora nós pagamos o custeio até que se inicie o repasse do Fundeb. Quando a criança é beneficiária do Bolsa Família – e isso é importante lembrar – o governo federal aporta um adicional de 50% do valor do Fundeb. Com essas mudanças nós criamos condições mais adequadas para que todos nos apóiem na tarefa de garantir às crianças de zero a cinco anos, independente da renda de sua família, igualdade de oportunidade em seu processo de desenvolvimento”, ressaltou.

A presidenta afirmou ainda que o governo federal vai resolver o problema das contas previdenciárias dos municípios. Segundo ela, com o pagamento da primeira parcela, serão equacionadas as dívidas de 79% de todos os municípios que tinham essas pendências. Dilma também fez um resumo de todas as ações coordenadas pelo governo federal para o enfrentamento aos efeitos da estiagem no semiárido do Nordeste e de Minas Gerais, como a entrega de 240 mil cisternas até o fim de 2013 e o investimento de R$ 20,1 bilhões em obras estruturantes para aumentar a segurança hídrica na região. Ela ainda ressaltou que, mesmo depois da chuva, o apoio continuará com a mesma presteza e determinação para que a produção possa ser retomada, fortalecendo as economias locais.

Video:

Fonte: Blog do Planalto

Software livre e economia solidária estão entre os temas do Campus Party 2013



Começou ontem (28) e vai até domingo (3), em São Paulo, a Campus Party 2013, maior evento mundial de tecnologia e internet. A organização espera que um público de 8 mil participantes – os chamados campuseiros – compareça para trocar experiências, compartilhar novidades e para se inteirar das novidades e tendências do setor.

Segundo os organizadores, ao todo serão 500 horas de palestras e minicursos que discutirão temas como software livre, educação a distância livre, cultura Hacker, empreendedorismo social, economia solidária e modelos de negócios éticos e sustentáveis, além de robótica, biotecnologia, sistemas operacionais e games. Entre os convidados desta sexta edição do evento estão Nolan Bushnell, criador do videogame Atari, Pete Lomas, co-fundador da Raspberry Pi, um computador do tamanho de um cartão de crédito desenvolvido no Reino Unido, e Mark Surman, diretor executivo da Mozilla.

O Campus Party é uma importante feira de tecnologia e comércio eletrônico na qual são realizados encontros e palestras com especialistas de diversas áreas ligadas à inovação de linguagens e estratégias de negócio. Para os organizadores, mais do que reunir ‘nerds’, o encontro tem a função de aproximar pessoas com boas ideias e facilitar o desenvolvimento de novos produtos.

Serviço:

Local: Avenida Olavo Fontoura, 1.209, Santana, São Paulo – Anhembi

Quando: A partir das 21h30 de hoje (28) até 3 de fevereiro

Para participar é preciso se inscrever no site www.campus-party.com.br

Custo: R$ 300 ou R$ 150 para universitários com bolsas de estudo, como o Prouni.

segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

Vídeo impressionante mostra como começou incêndio nos EUA semelhante à tragédia de Santa Maria



Um vídeo impressionante postado originalmente no YouTube mostra como começou o incêndio da boate norte-americana The Station dez anos atrás, uma tragédia semelhante à que aconteceu na cidade de Santa Maria, no Rio Grande do Sul, no último domingo (27).

A boate The Station, na cidade de West Warwick, no Estado americano de Rhode Island, pegou fogo no dia 20 de fevereiro de 2003, durante um show da banda The Great White.

Assim como na tragédia do último fim de semana, fogos de artifício que faziam parte do espetáculo acidentalmente iniciaram o fogo na boate americana. 

As chamas se espalharam com o revestimento acústico da casa — uma espuma de material químico altamente inflamável, que não apenas gerava fumaça tóxica ao queimar, como pingava do teto, queimando a pele do público.

A casa estava superlotada e não possuía saídas de emergência adequadas. 
O vídeo mostra que em poucos minutos uma fumaça espessa preta tomou conta do local, e muitos não conseguiram fugir.

Cerca de cem pessoas morreram e outras 115 foram hospitalizadas. Muitos feridos tiveram que se submeter a dezenas de cirurgias para tratar as queimaduras.

Assista ao vídeo: 

 


Fonte: R7.COM

Sócio de boate que pegou fogo em Santa Maria se entrega à polícia



O sócio da boate Kiss Mauro Hoffmann se entrou à polícia na tarde desta segunda-feira (28). Ele chegou por volta das 15h no 1º DP (Distrito Policial) de Santa Maria (RS) e não falou com a imprensa.

Ele estava sendo procurado desde manhã pela polícia, após o incêndio que deixou ao menos 231 pessoas mortas na casa noturna. Além dele, já estão presos outro sócio da boate e dois integrantes da banda que tocava quando o fogo começou. Segundo o delegado Sandro Meinerz, um dos responsáveis pelo caso, as prisões devem facilitar as investigações.

— Três pessoas já estão presas temporariamente, já estão na delegacia pra prestar esclarecimentos, a fim de  viabilizar e facilitar o trabalho da investigação que está sendo realizada. 

Os pedidos de prisão, de caráter temporário de cinco dias, foram decretados pelo juiz Regis Adil Bertolin.
Ao menos 20 pessoas já foram ouvidas na delegacia. Na manhã desta segunda-feira, a polícia ainda fazia perícia no local, segundo o delegado.

— Os peritos começaram os trabalhos no dia de ontem e estão prosseguindo no dia de hoje. É um trabalho incessante para analisar exatamente várias questões que precisam ser esclarecidas como o local onde começou o incêndio, se é confirmável a versão que as testemunhas estão apresentando que foi produzido por instrumento pirotécnico utilizado pelos músicos do local e nós ainda vamos verificar a questão da segurança do local.

O equipamento que fazia imagens internas da boate sumiu, segundo o delegado.

Os corpos das vítimas começaram a ser enterrados na manhã desta segunda-feira (28). Ao todo, 34 serão sepultados no cemitério municipal e 23 no cemitério Santa Rita.

Ao menos 231 morreram no incêndio que atingiu a casa noturna Kiss, na madrugada deste domingo (27). A lista com os nomes das vítimas foi divulgada na noite de ontem pelo governo do Estado. A maior parte das vítimas era jovem e estudante. Quase metade das vítimas estudava na UFSM (Universidade Federal de Santa Maria).

Fatalidade
A boate Kiss, por meio de seus advogados, divulgou uma nova nota sobre a tragédia. A direção da empresa afirma que o que aconteceu na casa noturna foi uma "fatalidade". O texto diz ainda que a "situação da empresa se encontra regular, contando com todos os equipamentos previsíveis e necessários  para o sistema de proteção e combate contra o incêndio". Os advogados informam também que a direção do estabelecimento está à disposição das autoridades. A nota foi divulgada pelo escritório de advocacia Kümmel & Kümmel, que representa a boate.

Incêndio
O incêndio dentro da boate Kiss no centro de Santa Maria, cidade a 290 km da capital, Porto Alegre, aconteceu na madrugada deste domingo (27), durante a apresentação da banda Gurizada Fandangueira. Segundo testemunhas, durante o show foi utilizado um sinalizador — uma espécie de fogo de artifício chamado "sputnik" — que ao ser lançado atingiu a espuma do isolamento acústico, no teto da boate. O fogo se espalhou em poucos minutos.

A casa noturna estava cheia na hora que o fogo começou. Cerca de mil pessoas estariam no local. O incêndio provocou pânico e muitas pessoas não conseguiram acessar a saída de emergência. Os donos não tinham qualquer autorização do Corpo de Bombeiros para organizar um show pirotécnico na casa noturna. O alvará da boate estava vencido desde agosto de 2012, afirmou o Corpo de Bombeiros.

Ao entrar na boate Kiss, em Santa Maria, no Rio Grande do Sul, para socorrer as vítimas do incêndio ocorrido na madrugada deste domingo (27), os bombeiros se depararam com uma barreira de corpos.
O comandante-geral do Corpo de Bombeiros do Rio Grande do Sul, coronel Guido Pedroso de Melo, descreveu a situação.

— Os soldados tiveram que abrir caminho no meio dos corpos para tentar chegar às pessoas que ainda estavam agonizando.


Fonte: R7.COM

Jovem que morreu em incêndio pediu socorro pelo Facebook



Uma das vítimas do incêndio que deixou 231 mortos em Santa Maria (RS) enviou uma mensagem pelo Facebook de dentro da boate Kiss pedindo ajuda. Às 3h20 deste domingo (27), a jovem Michele Cardoso, de 20 anos, escreveu "Incêndio na KISS socorro". Ela não sobreviveu à tragédia.

Os amigos de Michele chegaram a enviar mensagens perguntando se ela estava bem, mas não receberam resposta. O primeiro deles, Jean Carlo, afirmou que a jovem trabalhava na casa noturna.

— Eu conheci a Michele na academia, há dois anos. Desde então, ela trabalhava na Kiss.

Um dos amigos da vítima escreveu em seu perfil: "Não imaginei que fosse serio quando vi um pedido de socorro pelo facebook nessa madrugada, até acordar com uma mensagem da minha mãe sobre o ocorrido".
Sobreviventes relataram que alguns seguranças barraram a saída das pessoas quando o fogo começou a se espalhar. Eles teriam alegado que era preciso pagar a comanda antes de sair.

Após tragédia em Santa Maria (RS), três suspeitos são presos



Após incêndio que deixou ao menos 231 pessoas mortas em Santa Maria (RS), a polícia prendeu três pessoas temporariamente. Segundo o delegado Sandro Meinerz, um dos responsáveis pelo caso, as prisão devem facilitar as investigações.

Os nomes não foram divulgados. Na manhã desta segunda-feira (28), a polícia fazia perícia no local. Ao menos 17 pessoas já foram ouvidas na delegacia, entre elas um dos donos da boate e músicos da banda. Três rojões soltados pela banda teriam iniciado o incêndio.

Os corpos das vítimas começaram a ser enterrados na manhã desta segunda-feira (28). Ao todo, 34 serão sepultados no cemitério municipal e 23 no cemitério Santa Rita.

Ao menos 231 morreram no incêndio que atingiu a casa noturna Kiss, na madrugada deste domingo (27). A lista com os nomes das vítimas foi divulgada na noite de ontem pelo governo do Estado. Quase metade das vítimas estudava na UFSM (Universidade Federal de Santa Maria).

A boate Kiss, por meio de seus advogados, divulgou uma nova nota sobre a tragédia. A direção da empresa afirma que o que aconteceu na casa noturna foi uma "fatalidade".

Um erro de procedimento dos donos da boate Kiss pode ter sido crucial para a tragédia em Santa Maria. Eles não tinham qualquer autorização do Corpo de Bombeiros para organizar um show pirotécnico na casa noturna. Foi durante a apresentação da banda Gurizada Fandangueira que um sinalizador — uma espécie de fogo de artifício — foi lançado e atingiu o forro do teto do estabelecimento. Essa foi a fonte do incêndio que provocou a morte de 231 pessoas neste domingo (27).

O comandante do Corpo de Bombeiros de Rio Grande do Sul, coronel Guido Pedroso de Melo, disse que o uso de fogos em um estabelecimento fechado deve ser sempre autorizado pela corporação.

— [O show pirotécnico] Foi uma coisa deliberada pela organização do evento. Com certeza, nesse ponto houve falha [da Kiss]. Mas temos que aguardar a perícia técnica para saber o que gerou, o que contribuiu para a tragédia.

Fonte: R7.COM
 

Comitiva de prefeitos da região se envolve em acidente com vítima fatal



Uma comitiva da Prefeitura Municipal de Jales, que seguia para Brasília na madrugada dessa segunda-feira, se envolveu em um grave acidente a aproximadamente 250 KM do município.

Um veículo Gol que estava na pista contrária, perdeu o controle e atingiu o primeiro veículo da comitiva, onde estavam o motorista, a prefeita de Jales, Eunice Mistilides Silva (Nice) e a prefeita de Vitória Brasil, Ana Lúcia Olhier.

O Gol que continuou rodando na pista ainda atingiu um segundo veículo, onde estava a comitiva da Prefeitura de Ouroeste e o Vectra da PM Jales, onde estavam o motorista Aldo José Nunes de Sá, a Secretária Municipal de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Meio Ambiente, Sandra Gigante, o Secretário Municipal de Comunicação, Bruno Guzzo e a diretora de divisão, Neide Pereira da Silva Souza.

A condutora do Gol que invadiu a pista não resistiu aos ferimentos e faleceu. O passageiro do veículo está internado em estado grave.

Todos das comitivas de Jales, Vitória Brasil e Ouroeste passam bem e já seguem viagem para Brasília.

As informações são da Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Jales.Em breve divulgaremos mais notícias e fotos do acidente.